Trufa branca de cerca de 1,5 Kg é encontrada na Itália

A trufa, que deve ser incluída no Guinness Book, foi encontrada entre 3 e 4 de novembro nos bosques da província de Campobasso, na região de Molise, no centro-sul da Itália. A última trufa grande encontrada foi na Croácia, em 2000, com 1,4 kg. Atualmente, a marca pertence à Croácia, onde em 2000 foi achada uma de 1,4 kg.

No próximo sábado a trufa será servida em um jantar beneficente que deve reunir mil pessoas em Bolonha.

Maior trufa branca do mundo de quase 1,5 kg foi Encontrada na região de Molise. Foto: Giuseppe Cacace/AFP
Maior trufa branca do mundo de quase 1,5 kg foi Encontrada na região de Molise. Foto: Giuseppe Cacace/AFP

Você sabe o que é Infiorata?

Todos os anos, por ocasião da Festa de Corpus Christi, a cidade de Genzano de Roma realiza a procissão da “infiorata”. A tradição já tem dois séculos.

São quadros de flores estendidos por cerca de 2 mil metros quadrados pela central via Italo Belardi até a igreja de Santa Maria della Cima. Os quadros são desenhados no chão e os infiatori são os que trabalham com as flores. São usadas cerca de 350 mil flores.

Infiorata: tapete de flores no Corpus Christi é tradição há dois séculos.
Infiorata: tapete de flores no Corpus Christi é tradição há dois séculos.

Obs: No Brasil, a tradição dos tapetes de flores na procissão de Corpus Christi foi trazida pelos portugueses e teve início na cidade mineira de Ouro Preto.

Prosciutto crudo, quem curte?

Já provou o presunto cru italiano? O nome faz referência a um presunto curado feito a partir da perna do porco e servido sem cozimento. A palavra “prosciutto” vem do latim perexcuctum, que significa “completamente enxugado ou seco”.

Na Itália, os mais renomados são o Prosciutto di Parma e o Prosciutto di San Daniele. No Brasil podem custar mais de R$ 150,00 o quilo.

Em Parma, em setembro, há um festival que celebra a ligação histórica do produto e a paixão pelas coisas boas e genuínas da própria terra, com visitação aos produtores locais que um processo artesanal sem uso de conservantes que envolve a cura de no mínimo 12 meses até o produto estar pronto para o consumo.

A programação inclui participação em eventos culturais com gastronomia com menu dedicado à iguaria e shows musicais.

Saiba mais em http://www.festivaldelprosciuttodiparma.com/

Festival Prosciutto di Parma acontece todos os anos na Itália.
Festival Prosciutto di Parma acontece todos os anos na Itália.

 

prosciutto-crudo-presunto-cru

 

Colomba Pascal, o pão doce italiano servido na Páscoa

A colomba pascal é um pão doce italiano. A Grande Enciclopedia Illutrada della Gastronomia informa que rei Alboino, que governou a Lombardia no século 6º, tomou a cidade de Pavia e ia incendiá-la quando qum padeiro com seu pão doce em formato de pomba da paz amenizou o furor do rei e o convenceu a desistir da guerra. Era véspera do feriado da Páscoa, do ano de 572.

A receita foi resgatada pelo padeiro italiano Angelo Motta na segunda metade do século 20 para a produção comercial. No Brasil, a iguaria chegou apenas nos anos 1970. A massa leva farinha, ovo, manteiga, açúcar, fermento e água. A verdadeira colomba pascal leva apenas raspas de casca de laranja ou laranja cristalizada.

Na Itália, a Páscoa é no começo da Primavera, daí os aromas cítricos que remetem ao frescor da estação. Lá a colomba é servida após o almoço de Páscoa, no Brasil, é mais frequente no café da manhã.

Saiba mais no Paladar/Estadão.

Colomba pascal. Paladar/Estadão. Foto Walter Costa.
Colomba pascal. Paladar/Estadão. Foto Walter Costa.

Dia Mundial do Café

Quem não curte um cafezinho? Aqui no Divina Itália a gente ama, principalmente o forte e marcante café espresso. E hoje, 14 de abril é o Dia Mundial do Café. O grão torrado e moído é usado em bebidas quentes, frias, doces e salgados e utilizado na gastronomia mundial.

A história do café começa na Etiópia, mas o Egito e a Europa que difundiu a bebida ao mundo. O café veio para As Américas em 1727 e a primeira muda do tipo arábica foi plantada na Guiana Francesa.

Hoje o Brasil é o maior produtor mundial do café, seguido do Vietnan e da Colômbia e consumido por nove entre dez brasileiros acima de 15 anos, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic). O principal estado produtor do café arábica é Minas Gerais, com 24 milhões de sacas/ano. O Espírito Santo se destaca com a produção de 7,3 milhões de sacas de café conilon.

Café espresso – paixão italiana

Na Itália, o forte e marcante café espresso faz parte da cultura alimentar. O nome “espresso” vem de “espremido” porque o pó é compactado na máquina. A processo foi inventado por Angelo Moriondo. Na máquina, uma forte pressão de água fervente atravessa o café em pó. Outros inventores aperfeiçoaram o sistema mecânico da famosa máquina de café espresso.

 

cafe

Páscoa na Itália: feriado é comemorado na segunda-feira com piquenique!

A Itália é um país religioso, sobretudo católico, e comemora a Páscoa em grande estilo. Na mesa do domingo não pode faltar a Torta Pasqualina, a Pastiera di Grano e a Colomba Pascal.

O momento da Páscoa coincide com o início da Primavera, mas o ápice das celebrações de chegada da nova estação é um dia depois do domingo de Páscoa. Por isso, lá na Itália não tem feriado na sexta-feira como no Brasil. O feriado chamado de Pasquetta ou Pasquela é na segunda-feira, para comemorar a primavera.

Na Pasquetta, o italiano sai de casa para fazer piqueniques nos parques. Este dia é também chamado de “LunedÌ dell’Angelo” ou “Segunda-feira do Anjo” (aparição do anjo no sepulcro de Jesus, anunciando-lhes a ressurreição, diante das mulheres).

O feriado da Pasquetta é um dia de celebração e confraternização entre familiares e amigos para comemorar a nova estação das flores que chega embelezando tudo.

Buona Pasqua!

Na Pasquetta é dia de confraternizar com amigos e parentes em parques para comemorar o início da Primavera.
O feriado da Pasquetta é na segunda-feira, após o domingo de Páscoa. É dia de piquenique no parque para confraternizar e comemorar a chegada da Primavera. Foto:  www.meteo10.it

 

Sobrou molho no prato? Fare la scarpetta

Dizem que não é elegante, mas saiba que qualquer italiano faz isso quando sobra molho.  É uma ação comum… pegar um pedaço de pão e limpar o prato. Então fique a vontade…  fare la scarpetta! 

O fato é que é difícil manter a elegância na frente de um prato com um molho suculento… Você consegue? Aqui no Divina não precisa se contar… A vantagem é que aqui ninguém repara, todo mundo se sente em casa! Então, faça como nós! Aproveitar o seu molho até o finalzinho e limpar o seu prato com o pão caseiro e quentinho do Divina.

A gente fica é feliz de saber que você aproveitou!

Na Itália é comum limpar o prato com o pão para aproveitar todo o molho. Foto: Shutterstock.
Na Itália é comum limpar o prato com o pão para aproveitar todo o molho. Foto: Shutterstock.

Comida é tema de pintura hiper-realista

Se cozinhar é uma arte, o que dizer das pinturas sobre comida produzidas como se fossem reais? Estas imagens são de artistas que fazem hiper-realismo. A técnica teve sua origem na segunda metade do século XX. Nela, o realismo é levado ao extremo, ou seja, a imagem deve parecer real.

Há quem não goste porque já que parece real, por que não fotografar?
Gostos à parte, os artistas do hiper-realismo transmitem uma forte carga de emoção no trabalho, seja pelo domínio da técnica ou pela paciência e o tempo investido na conclusão da obra.

Abaixo, os quadros de Tjalf Sparnaay que apresenta alimentos que despertam o apetite.

Tjalf Sparnaay
Tjalf Sparnaay
Tjalf Sparnaay
Tjalf Sparnaay

A seguir as obras do italiano Roberto Bernardi mostra cenas da vida cotidiana de forma crítica, demonstrando a frieza e o modo automatizada em que vivemos.

Roberto Bernardi
Roberto Bernardi
 Roberto Bernardi
Roberto Bernardi

Veja outras imagens hiper-realistas neste link.

Sardinha concentra mais Ômega 3

Você sabia que o peixe que tem melhor custo-benefício quando se trata de saúde é a popular sardinha? Sim, ela contém ácido graxo ômega-3 em quantidades maiores do que o salmão, o atum e o bacalhau.

A sardinha  fornece também o ácido graxo eicosapentaenóico, conhecido como EPA, e o docosahexaenóico, o DHA, que ajudam na prevenção de uma série de males do coração, do intestino e das articulações. É também o peixe ideal para manter os músculos em dia. Outro nutriente, o fósforo, participa da mineralização dos ossos.

O motivo deste peixe pequeno ser tão rico em ômega-3 é porque a espécie se movimenta muito e armazena gordura como reserva energética. É na gordura que está concentrado estes ácidos graxos.

Diante de tantos benefícios, abuse da criatividade e consuma sardinha em várias receitas: vale assada, ensopada ou recheada. Vale também consumir sardinha em lata, mas não abuse desta versão porque contém muito óleo.

revista-saude-sardinha-fonte-omega-3-01

 

Fonte: revista Saúde no portal M de Mulher