Struffoli: sobremesa italiana de Natal

Strufolli: sobremesa típica do Natal na Itália.

Dá para saborear o Struffoli durante todo o ano, mas a sobremesa é típica na ceia de Natal. É muito fácil de fazer.

Ingredientes
2 ovos
4 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 colher (sopa) de rum (limoncello, conhaque ou cachaça)
2 colheres de manteiga
Raspas de 1 limão
1 2/3 xícara de chá de farinha de trigo peneirada (ou que baste)

1) Bata com um garfo os ovos, o açúcar, o rum (limoncello, conhaque ou cachaça) e a manteiga. Acrescente as raspas de limão e o fermento em pó, mexa bem. Vá juntando a farinha aos poucos até dar ponto de enrolar, fica uma massa lisa e brilhante. Deixe descansar coberta na geladeira por meia hora pelo menos.

2) Abra a massa em rolinhos compridos com 1 cm de diâmetro, como nhoque, e corte a espaços de 1 a 1,5 cm. Depois de cortar todos, enrole levemente só para deixar redondinho. O ideal é que fique do tamanho de um grão-de-bico (cozido) porque eles crescem depois de fritos.

3) Frite em óleo quente. Se precisar deixe em fogo médio ou baixo. Vire sempre as bolinhas,  até dourar. Escorra e reserve.

Calda
1/2 xícara de mel
raspas de laranja e confeitos (pode ser pinholes ou, para dar um sabor tropical, castanha de caju moída)

Finalização
Regue as bolinhas e arranje-as sobre um prato em forma de pirâmide. Derrame mel várias vezes sobre as bolinhas, elas ficam crocantes por fora e absorvem o mel. Sirva no final da ceia, com o cafezinho.
Dica: dá para fritar tudo com antecedência. É só guardar em recipiente fechado.
Há também receitas já adaptadas pelos imigrantes no Paraná que usam amendoim. Veja aqui.
Veja mais receitas de Natal em Petit Chef

Mini árvores de Natal feitas de massa de pão

Olha só a receita que garimpamos no blog Cindy Star. Estas árvores são uma ótima opção para decorar a mesa e uma boa entrada para servir no almoço de Natal. Quem tiver tempo de testar a receita, conta pra gente o resultado!

Ingredientes (para 10 árvores)

300 g de farinha forte
50 g de manteiga em temperatura ambiente
50 g de azeite extravirgem
6 g de fermento fresco
2 colheres de açúcar
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de água morna

Cortadores de biscoitos em formato estrela. O ideal é que sejam de 5 tamanhos diferentes.

Como fazer:

– Em uma tigela derreta o fermento na água morna.
– Adicione a manteiga. Em seguida, óleo, açúcar e mexa até misturar perfeitamente.
– Misture a farinha, o sal, e depois amasse na mão de 8 a 10 minutos.
– Coloque a massa em uma tigela untada com óleo ou manteiga e deixe crescer por uma hora.

– Coloque a massa em uma superfície de trabalho e abra com rolo até ficar em meio centímetro de espessura.
– Corte com os cortadores de estrelas em vários tamanhos. Tente fazer 10 de cada tamanho.
– Coloque as estrelas na assadeira coberta com papel vegetal, pincele com ovo batido e deixe crescer 30/40 minutos.
– Em seguida, leve ao forno a 200°. Depois de 3 minutos abaixe a temperatura para 180° por até 15 minutos.
– Depois de pronto, monte as árvores em palitos (de 15 cm) com a maior estrela na base e a menor no topo.

Dicas:

– Não coloque o cortador e puxe a estrela. Mantenha o molde sobre a massa com uma mão e com a outra puxe a massa em torno do molde: desta forma, as estrelas, especialmente as maiores, ficarão perfeitas.
– Você também pode usar a massa para fazer iniciais dos nomes dos convidados. Pincele com ovo batido e espalhe papoula, gergelim e outras sementes comestíveis antes de assar.

Vai ganhar doces ou carvão da La Befana?

A tradição de La Befana é uma grande parte das celebrações do Natal italiano.

Para as crianças, o dia 6 de janeiro é a data mais importante das festividades do Natal. É neste dia que elas esperam a visita da La Befana, que coloca nas meias doces para os bons e carvão e castigo para os maus — seja menino ou menina.

A festa da Epifania (Dia de Reis no Brasil) celebra o 12 º dia de Natal — seria o dia que os três Reis Magos chegaram à manjedoura com presentes para o Menino Jesus.

Natal: o que a La Befana tem a ver com isso?

La Befana voa pelo mundo a procura do menino Jesus. A palavra "Befana" deriva do grego "epifania" que quer dizer aparições, manifestações.

Segundo a lenda, quando os três Reis Magos se dirigiam a Belém, no caminho pediram comida e abrigo a uma velha senhora e também a convidaram para conhecer o menino Jesus, porém ela negou.

Momentos depois, profundamente arrependida, preparou uma cesta de doces e tentou alcançar os Reis Magos, mas se perdeu no caminho. Até hoje, todo dia 6 de janeiro, Befana distribui doces para as crianças com a esperança de encontrar o menino Jesus.

As crianças ficam ansiosas com receio de ganhar carvão pelo que representa, mas mesmo assim ficam felizes porque ele é feito de açúcar.